sábado, 25 de julio de 2015

Leitura do Evangelho, Domingo 26 de julho (clique aqui)


Dia litúrgico: Domingo 26 de julho
 Evangelho (Jo 6, 1-15): Naquele tempo, Jesus foi para o outro lado do mar da Galiléia, que de Tiberíades, e muitas pessoas o seguiam porque via os sinais que operava sobre os enfermos. Jesus subiu ao monte e sentou-se ali com os seus discípulos. Agora, a Páscoa, a festa dos judeus. Quando Jesus levantando os olhos e ver que muitas pessoas veio até ele e disse a Filipe: "Onde compraremos pão, para estes comerem?". Ele disse isso para testá-lo, pois Ele sabia o que estava fazendo. Philip respondeu: "Duzentos denários não são suficientes para que todos possam ter um pouco." Ele diz a um dos seus discípulos, André, irmão de Simão Pedro: "Aqui está um rapaz com cinco pães de cevada e dois peixes; mas o que é isso para tanta gente? ".

Jesus disse: "Faça as pessoas se sentar." Havia muita relva naquele lugar. Homens em número de quase cinco mil é, portanto, sentou-se. Jesus, então, tomou os pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim também o peixe, tanto quanto eles queriam. E quando estavam saciados, disse aos seus discípulos: "Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca." Então eles se reuniram eles e encheram doze cestos de pedaços dos cinco pães de cevada deixados por aqueles que tinham comido.

Quando as pessoas viram o sinal de que ele tinha feito, ele disse: "Este é verdadeiramente o profeta que havia de vir ao mundo." Jesus percebendo que eles iriam vir e levá-lo à força para o fazerem rei, fugiu de volta para as colinas sozinho.

  Seu irmão em Cristo, pe Santiago